CakePHP com Composer

No último post eu mostrei rapidamente como o CakePHP facilita a vida do programador. Mas o modo que eu mostrei realmente não é o mais adequado para quem quer fazer alguma coisa mais séria. Nesse post eu pretendo mostrar como é possível utilizar o CakePHP com o gerenciador de dependências Composer.

Continuar lendo CakePHP com Composer

CakePHP: o framework para desenvolvimento rápido

CakePHP. Para quem já conhece não é necessário falar mais nada, pois já sabem de tudo que esse framework é capaz de fazer. E pra quem não conhece, já passou da hora de conhecer!

Continuar lendo CakePHP: o framework para desenvolvimento rápido

Brincando com o Irrlicht

O Irrlicht, para quem não conhece, é uma engine 3D robusta, leve e (até certo ponto) fácil de aprender e programar, sendo por isso, muitas vezes, comparada às melhores engines proprietárias dos mercado de jogos. Ah, e é claro, o Irrlicht é muito melhor que essas “enginezinhas” pagas por aí porque ele é 100% software livre!

Continuar lendo Brincando com o Irrlicht

Fragments com ActionBarSherlock

Fragment é um elemento especial dos layouts para Android que pode ser incluído dentro de uma Activity. Onde isso é usado? Dê uma olhada em vários aplicativos, como o YouTube ou o VLC: todos usam Fragments em alguma parte.

Continuar lendo Fragments com ActionBarSherlock

Introdução ao ActionBarSherlock

Uma das principais características no desenvolvimento atual de aplicativos para Android é a presença de uma Action Bar, e isso é uma coisa que a Google incentiva bastante. O único problema é que essa mesma Google só oferece uma API nativa para criar Action Bars a partir da versão 3.0 do Android (API level 11), e se você for depender disso estaria deixando de suportar apenas uns 60% dos usuários Android.

Continuar lendo Introdução ao ActionBarSherlock